Mensagem #3

Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer. (2)

Anúncios

Desabafo de um jovem pessimista: parte I

Embed from Getty Images

Ah! Alegria, por que não sinto? Como vou suportar os horrores da vida?

 

Logo ficarei desprovido de razão, mas pensando bem pra que razão?

 

A vida é tão sem sentido mesmo, estou sujeito ao acaso e as desventuras do existir.

 

Perguntas, é tão fácil fazê-las, mais as respostas, porque não encontro?

 

Talvez, ao invés de encontrar uma resposta devo formulá-la, mais com isso posso criar ilusões, mentiras que satisfaça meu sofrido coração.

 

Como estou confuso, a vida é tão dura, tão sem nexo, minha vida até agora só consistiu em luta e mais luta, venço algumas vezes, mais não há tempo pra gozo, pois logo em seguida advêm outra dificuldade ou desejo, e então é preciso lutar mais uma vez e de novo, tornando assim a vida num eterno lutar.

 

O tempo vai passando e vou percebendo que não há remédio para as misérias da existência, que somos servos deste teatro trágico que tem como palco o mundo.

 

Abra bem os olhos e olhe ao seu redor, o que você vê eu não sei, mais o que eu vejo é guerra, pestes, seca, tragédias, a natureza se manifestando revoltosamente.

 

O que há de alegria e felicidade é quimérico, fantasioso, negativo.

Aprendiz de Poeta