Carta de um perdão doloroso

carta

Por estes dias fiquei sabendo de tuas loucuras, de tuas angústias e de teu arrependimento. Não quero parecer rude, mas lembra de que te avisei? Bem que te avisei, mas em fim. Percebi agora o deslize que cometeu? Está percebendo agora os riscos de trocar o certo pelo duvidoso? Quando chorei de joelhos prostrado aos teus pés é porque eu sabia, na verdade, eu sentia que ele seria apenas uma aventura, um momento diferente, estimulante, gostoso é claro, mas passageiro.

Você disse não as minhas súplicas, mesmo assim tratei de lembrar-lhe dos nossos momentos maravilhosos e como agente estava indo bem, tudo isso na esperança de fazer você mudar de ideia, para lhe impedir de cometer esta loucura. Mas você é livre e isso tive que respeitar, não que eu quisesse, por mim eu te impediria nem que fosse a força, por meio de cárcere privado sei lá, mas não, o que eu sinto por você é amor e não sentimento de posse.

Uma vez ou outra surge tristemente na minha memória sua resposta as minhas súplicas, você respondeu que nosso relacionamento foi um erro, que não dava a mínima pra mim, eu já era passado. Aaaa! Como doeu! E tudo para quê? Para viver uma aventura, uma célere aventura. Diz-me uma coisa, o que ele lhe prometeu? Amor? Possivelmente muito amor, mas quero lembrar-te de que amor você já tinha e muito. Pode ser também que ele não tenha prometido nada, sendo você a única a apostar cegamente neste relacionamento.

Como foi difícil os primeiros momentos sem você, sabendo que estavas iludidamente feliz com outro, como era frio o meu corpo sem o seu que me aquecia todas as noites. Entretanto, o que doía mais em mim era sentir o quanto você ia se dar mal e eu não podia fazer mais nada. Você até se mudou pra perto dele, para não ter o risco de eu bater na sua porta, lhe encontrar e falar o que sentia. Os anos se passaram e veja só.

Veja só como o mundo dá voltas. Passado tudo isso, agora recebo seu pedido de perdão, gostaria de conversar pessoalmente com você, mas não queres o que posso fazer. Com muito respeito lhe respondo, a muito tempo queria dizer-te, estás perdoada, não guardo mais rancor, hoje compreendo tudo o que se passou entre nós, no entanto, quero deixar claro que ao te perdoar não estou dizendo que reataria, até porque não quero cometer o mesmo erro que você, qual seja, abandonar minha família.

Anúncios