Seus olhos

O sol se levantou, a água do lago passou a brilhar maravilhosamente

Esse brilho despertou em mim lembranças de seus olhos radiantes

E como eu via neles alegria, amor, esperança, a vida em movimento

Pareciam estrelas brilhantes iluminando a mais escura noite

Eles eram meu guia na estrada da vida, no caminho rumo ao amor

Sempre desejei que o brilho dos seus olhos fosse eterno como o sol

Mas um dia sem esperar eles fecharam e nunca mais se abriram

Sem eles fiquei perdido na estrada, sem rumo, sem esperança

Mas não se preocupe mais, hoje, sigo as estrelas e o sol como se fossem

SEUS OLHOS

Aprendiz de Poeta

Anúncios

Desabafo de um jovem pessimista: parte I

Embed from Getty Images

Ah! Alegria, por que não sinto? Como vou suportar os horrores da vida?

 

Logo ficarei desprovido de razão, mas pensando bem pra que razão?

 

A vida é tão sem sentido mesmo, estou sujeito ao acaso e as desventuras do existir.

 

Perguntas, é tão fácil fazê-las, mais as respostas, porque não encontro?

 

Talvez, ao invés de encontrar uma resposta devo formulá-la, mais com isso posso criar ilusões, mentiras que satisfaça meu sofrido coração.

 

Como estou confuso, a vida é tão dura, tão sem nexo, minha vida até agora só consistiu em luta e mais luta, venço algumas vezes, mais não há tempo pra gozo, pois logo em seguida advêm outra dificuldade ou desejo, e então é preciso lutar mais uma vez e de novo, tornando assim a vida num eterno lutar.

 

O tempo vai passando e vou percebendo que não há remédio para as misérias da existência, que somos servos deste teatro trágico que tem como palco o mundo.

 

Abra bem os olhos e olhe ao seu redor, o que você vê eu não sei, mais o que eu vejo é guerra, pestes, seca, tragédias, a natureza se manifestando revoltosamente.

 

O que há de alegria e felicidade é quimérico, fantasioso, negativo.

Aprendiz de Poeta

Um novo caminho, uma nova vida

Embed from Getty Images

Passei a andar em meio à multidão olhando o chão

Não tinha vontade de andar com a cabeça erguida

Sempre acreditei que seria feliz quando amasse alguém

Mas os traços de minha face revelavam o sofrimento de amar.

Desde que te conheci vivi em função de você,

Então o que era amar tornou-se infelicidade, pois eu não existia mais, era só você.

Meu espirito inquieto se revelava contra mim, e assim aumentava minha angústia.

Foi então que comecei uma luta feroz para me libertar e tentar a felicidade.

Nessa nova caminhada aprendi novamente que vale apena viver.

Vou arriscar mais uma vez na certeza de que posso sim ser feliz

E quem sabe, encontrar aquele que seja para mim o que você não foi.

 

 

Você e eu: confissões de uma decepção

Cresci acreditando ser sua, você, acreditando ser meu.

Sempre admirei você com esse riso encantador, com traços de ternura.

O seu olhar inocente de quem quer algo mais tem medo, sempre me chamou a atenção,

fazia meu coração pulsar mais forte.

De todos os nossos dias juntos, o mais importante pra mim foi quando fizemos o pacto.

Depois disso tinha certeza que nunca íamos nos separar.

O lago, as árvores, o gramado repleto de flores, era tudo muito lindo, mais éramos

muito jovens e nos acovardamos. Hoje entendo que o pacto ficou incompleto.

Não sabíamos o destino que estava por vir, não sabíamos mesmo.

Até que fomos tornando-nos adultos e tudo foi mudando, você e eu.

Será que teríamos de ter se entregado um ao outro, quando éramos um?

O que aconteceu com aquele encanto? Ou posso dizer com aquele amor?

Nunca pensei que poderíamos nos tornar pessoas tão diferentes.

Diferentes ao ponto de nos distanciar, de haver um abismo entre você e eu.

Aprendiz de Poeta

Lembranças de nós dois

Lembra? Foi naquela cabana que pela primeira vez

Nossos corpos se tocaram num ritual de paixão desenfreada.

A luz do luar penetrava pela janela indo de encontro a tua face,

Que iluminada, parecia a de um anjo cujo fim era me amar.

Tuas mãos tocavam minhas curvas desvendando os segredos do meu corpo

E eu sem nenhuma cautela entregava-me por inteira aos teus caprichos.

A cada sussurro e carícia, nossas energias eram renovadas e o amor

Parecia eterno e sempre novo, parecia perfeito e sem mácula.

Aquela cabana nunca mais foi a mesma, está impregnada com o nosso cheiro.

Nosso suor pingando por todos os cantos deixou rastros de uma louca aventura que

As paredes testemunharam, mas preferem guardar silêncio.

Se algum dia voltarmos lá quero ouvi-las.

Quer dizer, se algum dia eu voltar lá, pois não será possível irmos juntos.

Aliás, já tenho que ir, vim apenas deixar estas flores, não quero mais chorar.

 

lápide-colorida-boquet-27187601

Aprendiz de Poeta

Ser seu

Lábios que encantam

Sorriso simples e caprichoso

De longe sinto teu cheiro

Que toca meu coração

Tão cheio de desejos

 

Como um canto de sereia

Seu silêncio me encanta

Apavora-me apaixonadamente

E agora, como vivenciarei com ela

Esse discordante sentimento?

 

Os laços do matrimônio me encerram

No mais escuro calabouço da vida

Quando me apaixono, quero me entregar

Ser de outra, na verdade, ser seu.

Aprendiz de Poeta

Perdão

Muito tempo passou e ainda me incomoda

O fato de não te esquecer, será culpa no coração?

A imaturidade e o desejo carnal me fizeram te perder

E hoje quero viver feliz, mais como viver feliz sem o teu amor?

 

Peço a Deus uma chance de me explicar e retomar a paz

Ter você se tornou impossível, e assim, o amor me é sem sentido.

Entrego-me a loucura da razão, vivendo dia após dia sem sentir o coração.

Ele é unicamente seu, a chave é você, eu te amo.

 

A noite chega e meu espírito se estremece, a hora de dormir

E sonhar com você é uma mistura de dor e prazer, onde surgem

os momentos em que você é minha e logo tudo se transforma

em angústia. Por favor, me perdoe!

 

A juventude, aquela mesma de quando te perdi não existe mais

e continuo aqui como um velho teimoso não querendo morrer

Sem o teu perdão, mais tá ficando escuro e difícil suportar, socorro

Ainda não é hora, não recebi seu perdão.

 

Aprendiz de Poeta